Decisão do PSL pode resolver problema político em Petrópolis

A saída do PSL do governo Wilson Witzel pode resolver um problema em Petrópolis entre o PSL e o PSC. Nos bastidores políticos não é novidade para ninguém que as lideranças locais das suas siglas estavam se estranhando e tomando rumos diferentes com relação as eleições municipais de 2020.

Se a decisão do PSL se manter firme, o certo é que PSL e PSC em Petrópolis poderão cada um ter seu candidato a prefeito. O que vai movimentar ainda mais a política, pois as duas siglas municipais vão contar com apoio de peso e que foram bem votados na cidade.

De um lado estará o governador Witzel apoiando o candidato do PSL e do outro os Bolsonaros apoiando o candidato do PSL.

Os dois grupos vão medir forças com outras lideranças políticas da cidade, inclusive com o prefeito Bernardo Rossi candidato a reeleição que pode ser pelo DEM com apoio do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia ou pelo MDB, seu partido, com antigos aliados, a família Picciani.

Esta entrada foi publicada em Notas Políticas. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *