O julgamento da prisão em segunda instância

O julgamento da prisão em segunda instância, no Supremo Tribunal Federal, deve ser acompanhado por cada cidadão brasileiro, pois não se trata de uma questão ideológica de beneficiar ou não presos pela Operação Lava Jato.

Na verdade, a decisão do Supremo Tribunal Federal pode beneficiar criminosos perigosos para sociedade brasileira que podem ser soltos ou não serem presos até que todos os recursos sejam julgados.

A sociedade brasileira precisa se manifestar e se posicionar contra o que pode ser um risco para segurança pública.

Políticos e partidos discutem a questão do julgamento da prisão em segunda instância, apenas sobre o prisma da soltura ou não de políticos presos pela Lava Jato, tendo o ex-presidente Lula como um dos maiores beneficiados.

No caso do julgamento ser favorável ao fim da prisão com condenação em segunda instância, o Lula será um dos menores problemas, mas, criminosos perigosos e que poem em risco o cidadão e a cidadã brasileira em risco, podem ser soltos ou nem irem presos.

Vamos nos posicionar nas redes sociais e integrar os movimentos a favor da prisão em segunda instância.