Claudio Castro: “Virei vice porque não tinha outro”

A situação do Estado do Rio é de fato muito complicada, pois não bastava ser recorde em número de governadores presos, afastado e processado por corrupção, agora temos um governador interino que virou vice por que não tinha outro nome e que o desejo era continuar como vereador.

Isto foi o que afirmou Claudio Castro a revista Veja, em entrevista publicada na edição desta semana. Ao ser perguntando se era verdade que o nome dele foi escolhido por exclusão ele respondeu que sim, frisando ainda que antes dele tinham escolhido uma servidora que era vereadora, mas como não havia se desincompatibilizado, não poderia ser candidata e por isso o escolheram.

Ele contou ainda que ligaram para ele dizendo que “estavam em busca de uma pessoa com certa densidade de votos, que não falasse besteira, fosse minimamente preparada e não quisesse ser candidata a nada”.

Este resposta explica o porque da sua aproximação com o presidente Jair Bolsonaro e o senador Flávio Bolsonaro. Até porque, na mesma entrevista ele fala que é mais do diálogo e por isso consegue manter um bom relacionamento com todos.

O fato é que, estas respostas mostram que estamos com um governador que não se preparou para ocupar o cargo antes e nem durante a crise que afastou o governador Wilson Witzel.

Mesmo com ele afirmando que, ao assumir o governo, trocou secretários para dar a sua cara ao governo. O que esperamos é que esta cara seja tão eficiente, verdadeira e séria para tirar o Estado da crise que vive nos últimos anos.

Esta entrada foi publicada em Notas Políticas e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *