Paróquias e pastorais sociais celebram o Dia do Pobre

O Dia do Pobre, convocado anualmente pelo Papa Francisco para toda a igreja, contou com várias iniciativas na Diocese de Petrópolis, com atividades promovidas por paróquias, pela Pastoral de Rua de Teresópolis e pelo Vicariato da Caridade, reunindo diversas pastorais sociais, numa ação social na Paróquia São Jorge, no Independência. Dom Gregório Paixão, OSB, agradeceu o empenho de todos em dar assistências aos irmãos e irmãs que vivem na rua e as famílias carentes. Ele lembrou as palavras do Papa Francisco, frisando que é preciso dar visibilidade àqueles que são invisíveis para a sociedade. “A Igreja atende a todos, mas, temos uma atenção maior às pessoas que vivem em situação de miséria, pois necessitam de ajuda espiritual e, na sua grande maioria de acolhimento, amor, fraternidade e ajuda material”, comentou o bispo.

O Vigário da Caridade, Padre Rafael Soares ressaltou a importância de cada pastoral social no trabalho de acolhimento e assistência aos mais carentes. Lembrando o exemplo do Padre Quinha, Padre Rafael disse que é preciso ir a todos e não ter medo e nem receio de ajudar as pessoas que precisam. Para ele este trabalho é fundamental e precisa ser ampliado a cada ano, frisando que as paróquias já ajudam com a distribuição de cesta básica para muitas famílias.

A Assistente Social da Diocese de Petrópolis, Gisele de Freitas Carvalho ao ressaltar a importância do Dia do Pobre e do trabalho realizado pelas pastorais sociais, frisando que esta celebração acontece um domingo antes da festa de Cristo Rei por uma iniciativa do Papa Francisco. Conforme os dados apurados pela assistente social, ano passado foram distribuídas mais de 29 mil cestas básicas a famílias cadastradas e este ano, até outubro, foram 31.600 mil cestas básicas a famílias, além de mais de quatro mil kits de alimentos a pessoas não cadastradas. “As pastorais sociais terão que se preparar para viver uma nova realidade, pois com a pandemia aumentou muito o número de famílias carentes e moradores de rua”, comentou Gisele de Freitas.

A Paróquia Imaculada Conceição, que reuniu moradores em situação, com a presença de seis profissionais da beleza doando seu tempo para corte de cabelo e fazendo sobrancelhas das mulheres. Foi distribuído roupas e lanche e o evento contou com a presença de homens, mulheres e crianças. Vários voluntários ajudaram na ação social, coordenada pelas Irmãs Dulcianas e com apoio da Assistente Social, Roberta Fialho.

Em Petrópolis, a Paróquia Santa Rita de Cássia, no Bairro Castrioto, reuniu famílias carentes e distribuiu cestas básicas, ofereceu lanche e as famílias puderam pegar roupas conforme o tamanho e a necessidade delas. Todo o trabalho contou com apoio do Padre Manoel Gouvêa e de voluntários da Paróquia que organizaram toda ação social.

No Decanato Santa Teresa, em Teresópolis, duas paróquias, Santa Teresa e São Pedro reuniram pessoas carentes, além do momento de espiritualidade, distribuíram cesta básica e lanche. Nas duas paróquias, as famílias carentes foram acolhidas e viveram momentos de fraternidade.

A Pastoral de Rua em Teresópolis promoveu um café da manhã para as pessoas em situação de rua, reunindo aqueles que são assistidos por eles e outros que puderam participar deste momento de solidariedade. Em Petrópolis, o Vicariato da Caridade, reunindo as pastorais sociais, promoveu uma ação social na Paróquia São Jorge, no bairro Independência, levando alguns serviços e distribuindo cestas básicas, além do lanche oferecido para quem participou das atividades.

Além destas, outras atividades foram desenvolvidas com a participação do vigário da Caridade, Padre Rafael Soares, como a missa celebrada para os assistidos da Missão Ágape. “É muito importante todo esse trabalho da Igreja que se faz presente no meio do povo pela ação de cada fiel e principalmente pelos agentes das pastorais sociais”, comentou Padre Rafael.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.